A Fotografia é uma arte que muitas pessoas sonham em dominar artisticamente, mas requer uma dedicação muito diferente de simplesmente carregar um smartphone, se esforçar em enquadramentos e aplicar programas de edição pra dar uma melhorada.

É comum as pessoas se frustrarem quando decidem investir numa boa câmera – a de partida para começar na Fotografia – e lidar com tantos recursos e descobrir que as fotos não ficam como desejado e que as técnicas exigem muito tempo e disponibilidade – parecia mais simples quando era só um ótimo celular.

Mas se você está decidido a conhecer a Fotografia com interesse por todas as possibilidades que ela pode oferecer, com certeza não vai se arrepender de tanta dedicação quando os resultados forem melhorando.

A partir da minha experiência, gostaria de deixar aqui 8 dicas para Fotógrafos iniciantes como você. Aqueles detalhes que passam despercebidos, mas são essenciais para o seu caminho de aprendizado ser o melhor possível.

1. Não precisa investir no melhor (mais caro) equipamento

É um erro comum associar a qualidade das fotos ao nível do equipamento e principalmente ao preço dele. Na verdade, o olhar do fotógrafo é muito mais importante. É possível uma pessoa com sensibilidade e atenção aos detalhes conseguir fotos melhores que uma pessoa que deposita no equipamento toda a responsabilidade pela qualidade.

Pesquise bastante sobre que modelos e fabricantes são os melhorem, porém adequados a um início de jornada e ao seu bolso. Você poderá evoluir com o tempo e sem mudar a câmera.

2. Invista num bom Curso de Fotografia (presencial ou online)

Com o equipamento em mãos, procure um bom curso onde você aprenderá os principais termos e recursos da arte em si e do equipamento que será usado. Quanto mais abrangente o curso, melhor. Porém, não se preocupe em cominar tudo logo de começo. O importante é conhecer, ter um material que possa ser consultado depois, e sair praticando.

3. Escolha um tema para começar

Nada é mais importante para apurarmos o olhar de fotógrafo do que praticar. Sempre que tiver oportunidade, crie um tema na sua cabeça e desenvolva uma série de fotos relacionadas, mas sem rigor, apenas para exercitar o olhar que precisamos ter para fotografar Animais, por exemplo. Ou Cenas Urbanas (particularmente meu tema preferido), ou Flores.

Neste momento, exercite ângulos, iluminação, sombras, destaques, foco, enfim tudo que for possível para tomar contato com recursos e desmistificar tantos termos que são falados em blogs de Fotografia.

4. O prazer da Fotografia também está no aprendizado

Todos os dias temos um olhar diferente para a mesma paisagem e uma cena inusitada pode surgir e render uma foto que fará muito sucesso. Muita gente talentosa descobriu, em meio a fotos estranhas, um estilo que a diferenciou – o que não impede de dominar técnicas mais convencionais.

Pratique muito e sem vergonha dos resultados. E se possível, crie uma rotina diária para fotografar. É a melhor forma de exercitar e não esquecer as técnicas.

5. Pratique a edição das suas fotos

Era uma senso comum que o verdadeiro fotógrafo não edita suas imagens. Felizmente, isso é coisa do passado. Você deve dominar as técnicas de edição, pois elas podem corrigir e melhorar ainda mais o seu trabalho. Existem programas gratuitos, como o Gimp e o Pixlr que te atenderão muito bem. Em algum momento você sentirá necessidade de ir para programas pagos e mais sofisticados como o Lightroom.

Mas uma regra vale em qualquer situação: não exagere nos recursos, quase a ponto de mudar completamente as suas fotos. Use com a mesma sensibilidade do momento em que você capturou as imagens.

6. Foco na proteção e no armazenamento do seu trabalho

A gente sempre se preocupa mais em produzir arte do que protege-la. Mas a sua arte não pode correr o risco de ser perdida por descuido com a segurança. E cada foto só pode ser obtida uma vez, amanhã é outra luz e outro olhar.

Invista num antivirus de qualidade para proteger ao máximo as suas fotos, além dos demais arquivos pessoais. As opções pagas oferecem mais proteções diferentes e valem o investimento.

E um backup das suas fotos é fundamental para se proteger de perdas por danos de aparelhos. O clouding (armazenamento em nuvem) é a melhor opção, pois você não precisa ter um dispositivo externo de armazenagem (mais um aparelho para se preocupar). Existem planos do Google Drive e do Dropbox gratuitos que podem atender muito bem a sua necessidade. E com sincronismo!

7. Participe de grupos e clubes de Fotografia

São os melhores lugares para troca de experiências e tirar dúvidas, até as mais elementares. Alguns grupos definem o nível de conhecimento para os participantes, então não tenha vergonha das suas perguntas se estiver no grupo certo. Todos ali tem uma história de muitas dúvidas, tentativas e erros.

Outra excelente opção é publicar seus trabalhos no Flickr e conhecer outros tantos que podem ter inspirar.

8. Cuide bem do seu equipamento

Tenha sempre um Kit de Limpeza e use na volta dos seus ensaios. Guarde seu equipamento em local seco e arejado e longe da luz, pois ele contém partes sensíveis que precisam ser preservadas. Muito cuidado com a poeira, a grande inimiga de um equipamento fotográfico, especialmente na hora de trocar de lente.

Existem outras precauções que são dadas pelo manual do usuário, portanto leia ele com atenção antes mesmo de tirar o equipamento da caixa do fabricante. Uma outra forma de preservar a câmera e os acessórios é uma boa mochila e própria para equipamentos de Fotografia. O custo compensa a proteção que ela oferece.

São cuidados simples para preservar um item que representa muito para a sua arte.

Espero que estas dicas sejam de muita utilidade para você que está  começando nesta arte tão dinâmica e atemporal  que é a Fotografia.

Leave a Reply

Your email address will not be published.