Com a chegada da pandemia do novo coronavírus, muitos estabelecimentos tiveram que fechar as portas e outros que estavam para abrir, não tiveram essa oportunidade. Com várias restrições impostas pelas autoridades para tentar frear o avanço do vírus, a maioria dos novos empreendedores tiveram que adiar o sonho do próprio negócio.

Agora com a flexibilização na maioria das cidades brasileiras, muitos já estão começando a investir em seus projetos e abrindo novos empreendimentos. E assim tem sido com a área de fotografia, que foi duramente afetada, devido a proibição de festas, viagens e passeios.

Se você está se planejando para abrir um estúdio fotográfico, este artigo é para você. Veja como abrir um negócio deste tipo em plena pandemia.

Defina um estilo de fotografia

A primeira decisão que você precisa tomar é sobre qual estilo de fotografia você vai trabalhar. Não adianta abraçar vários estilos na tentativa de querer ganhar mais. O melhor é se dedicar a um ou dois tipos de fotografias e ser bom no que faz.

Com experiência e entendimento no assunto, seu nome ou o nome de sua empresa vai se tornar referência naquele estilo escolhido. Por isso, escolha o seu e se especialize.

Tenha os equipamentos necessários

Para montar um estúdio você precisa ter alguns equipamentos básicos. Além das câmeras fotográficas, é necessário de início ter também fotômetros, tripés, painéis, planos de fundo, alguns adereços de moda como óculos, chapéu, e outros.

Também é preciso ter refletores, sobrinhas e flashes externos. Esses são alguns exemplos de equipamentos, mas o interessante é fazer um bom planejamento dos serviços que o estúdio vai oferecer para saber qual equipamento é mesmo necessário no início.

O recurso para montar um estúdio de fotografia pode ser difícil para algumas pessoas. Mas algumas financeiras oferecem empréstimos com garantia, o que ajuda na conquista do recurso.  

Escolha bem o endereço

O endereço em que você vai abrir seu estúdio é um fator de muita importância no sucesso do seu novo negócio. É preciso escolher um local que tenha movimento, que seja visto por muitos.

Não adianta escolher um estabelecimento só porque ele é maior ou mais barato, se o endereço tem pouco movimento. Não vai dar certo! Procure um ponto em regiões como o centro da cidade, próximo a grandes empreendimentos como shoppings, faculdades e outros.

Aplique o marketing para fotógrafos

A propaganda é a alma do negócio! Sendo assim, invista bastante na divulgação do seu estúdio. Utilize banners, panfletos e anúncios sonoros. Não se esqueça de usar as redes sociais ao seu favor.

As pessoas estão conectadas vinte e quatro horas por dia, o que aumenta as chances de seu estúdio ser visto e escolhido por diversas pessoas.

Ofereça serviços diferenciados

Nesta pandemia o que conta é o diferencial que o estabelecimento oferece. Sendo assim, ofereça serviços como entrega, por exemplo. Deixe claro o quanto você se importa com a segurança do cliente neste momento crítico.

Aproveite o momento também para dar brindes e fazer promoções. Os clientes gostam de recompensas e com certeza vai procurar seus serviços para fazer novos negócios.  

Leave a Reply

Your email address will not be published.