Hoje em dia, os celulares e em especial os smartphones, tornaram-se essenciais para controlar muito da vida pessoal e administrar os negócios. Praticamente tudo podemos resolver numa ligação ou numa mensagem de Whatsapp.

Agora mesmo, certamente você está lendo esta mensagem enquanto espera sua refeição em um restaurante ou seu metrô de volta para casa.

Mas não bastando serem tão úteis na vida pessoal e no trabalho, os smartphones se tornaram verdadeiras centrais de entretenimento e potentes câmeras fotográficas. Muitas pessoas usam apenas seus smartphones para tirar suas fotos, das casuais em uma festa às sonhadas nas férias em Paris.

E como podemos tirar o melhor proveito destas cameraphones? As dúvidas, na maioria das vezes, são as mesmas que temos com as câmeras tradicionais.

Vamos conferir estas 8 dicas para tirar fotos melhores com seu celular!

1. Não deixe a tremedeira arruinar a sua foto

Este sempre foi um problema comum para quem usa as câmeras tradicionais, mas nos smartphones, mais finos, com menos espaço para segurar e sem pontos antiderrapantes que as câmeras possuem, o drama é maior.

Devemos segurar o smartphones mais próximo do corpo ou com braços mais esticados, pra garantir a estabilidade? Veja como você se sente melhor. Não há regra, teste bastante até que encontrar a posição mais confortável.

E evite disparar o botão com a mesma mão que segura a câmera. Todo o cuidado com o patrimônio é importante, evitando quedas e quebras, principalmente da tela e da câmera, que são itens caros e de maior risco.

2. Use a câmera de trás

A não ser pelas selfies, prefira a câmera traseira que tem uma resolução muito maior, portanto com fotos de resultados melhores.

Evite tirar com a câmera dianteira as fotos que podem ser tiradas com a traseira, principalmente por terceiros.

3. Explore a cena ao máximo

Quem viveu os tempos dos rolos de filme e das revelações, sabe o quanto é bom tirar fotos em grande quantidade, poder estuda-las e escolher as melhores depois.

Então a dica é: explore ao máximo esta possibilidade. Explore a cena, variando em posições da câmera e sua, ângulos, posições dos objetos e luz.

Você terá grandes surpresas quando ver os resultados.

4. Pra quê o zoom?

Este recurso apenas aproxima o objeto pela sua visão e ainda recorta parte da cena que poderia estar na sua foto.

Você pode aproximar o objeto depois, editando a foto em um computador. Aqui a dica é muito simples: sempre que possível, chegue mais perto do objeto.

Você garantirá fotos mais naturais.

5. Pratique muito. E muito.

Na Fotografia, é com a repetição que você vai se familiarizando com os recursos do aparelho e com as técnicas e dicas que eu e outros profissionais podem te dar.

Muitas pessoas usam os smartphones como câmeras apenas quando precisam. O resultado é a pouca intimidade com o aparelho nas fotos do nascimento ou do casamento do filho.

Em uma festa pequena com amigos, exercite as fotos casuais e posadas ao máximo, desta forma você terá mais preparo e segurança para uma festa mais formal, onde as fotos serão um registro mais importante.

6. Deixe sua criatividade fluir

Junto com a prática do item anterior, exercite a criatividade que o mundo ao redor vai proporcionar. Situações, luzes, cores, ângulos inusitados, improváveis.

Quando o limite são algumas centenas de fotos que podemos transferir para um computador, podemos exercitar o mais artístico em cada foto e revelar preferências por temas, estilos de fotografar e fazer a diferença em situações casuais.

Pode nascer um fotógrafo artístico. Mas ele só nasce se você se permitir.

7. Sua lente está limpa?

É um detalhe muito simples diante da complexidade de funções de uma câmera e que faz muita diferença.

A lente suja pode produzir fotos borradas ou desfocadas. Uma simples limpeza com um tecido macio – até a sua própria roupa – resolve este problema.

8. Proteja a tela do seu smartphone

Aqui a preocupação é mais econômica que artística.

Após todas as dicas anteriores e mais algumas, você estará entusiasmado para sair fotografando e aprendendo. Eventos, ângulos, posições e situações inesperadas onde você precisará tirar o aparelho do bolso rapidamente.

Aproveite ao máximo!

E seu aparelho, principalmente a tela, estarão expostos a choques e quedas, com o risco de quebras, que podem custar muito.

Muitos puristas dos smartphones não gostam, mas as telas de proteção preservam o aparelho e a sua conta corrente.  E custam muito menos que uma tela.

Mas se esses acidentes acontecerem?

Minha experiência com meu iPhone é reparar com a assistência técnica iCaiu, que tem especialização na marca, serviço rápido e com qualidade, além de lojas que atendem em São Paulo e no Rio de Janeiro.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.