Você sentiu que pode dar um salto mais alto do que continuar com os trabalhos freelancer de fotografia e que já tem uma boa reputação e clientes? Sente que seu negócio precisar de uma estrutura para começar a oferecer mais do que a sua presença em ensaios e eventos?

Então certamente você descobriu que está na hora de criar a sua empresa de fotografia. E quando falamos em abrir um negócio no Brasil a impressão é de uma tarefa quase impossível.

Sim, os desafios são muitos, mas podemos dizer que o ideal é você dividir suas atenções entre dois pontos: o que você precisa liderar e o que você precisa delegar. Assim, você poderá gastar toda a sua energia e motivação no que você sabe fazer, que é o que realmente vai sustentar o seu negócio e leva-lo ao sucesso.

Vamos falar do que é fundamental para uma empresa de Fotografia começar da melhor forma.

01 – Defina que segmentos você vai atuar

Os serviços de Fotografia, hoje em dia, tem uma grande quantidade de segmentos com as mais diversas finalidades e públicos. Só para citar alguns:

  • Eventos sociais – casamentos, festa, formaturas
  • Eventos empresariais – convenções, congressos, feiras e exposições
  • Moda
  • Marketing digital e propaganda
  • Ensaios artísticos

O ideal é você começar com um nicho apenas, certamente o que você já tem experiência e domina as técnicas. Se for mais de um, vale a tentativa, mas veja se são nichos com proximidade estilística para que a sua empresa não precise criar ambientes tão diferentes (investimento) logo no começo, quando tudo ainda é muita despesa e pouca receita.

Resumindo: foque no seu nicho atual e com o tempo agregue conforme o espaço, sua agenda e o crescimento do negócio – especialmente de equipe.

02 – Invista no seu portfolio

Sem dúvida, o portfolio é o seu cartão de visitas para divulgar o trabalho nas redes sociais, no site e no blog.

O importante aqui é reunir seus trabalhos mais marcantes, conforme o nicho escolhido (ou nichos) e fazer uma apresentação visualmente marcante para impressionar. Seu portfolio deve usar tanto fisicamente, para ser apresentado a clientes em visitas, quanto online, usando ferramentas adequadas.

03 – Tenha uma parceria para a gestão financeira e contábil

Uma empresa tem diversas obrigações financeiras e contábeis que são complexas para quem não tem afinidade com elas e certamente não quer gastar um tempo precioso que precisa ser canalizado para os trabalhos, o mercado e os clientes.

O ideal aqui é ter uma parceria com um escritório de contabilidade RJ que vai cuidar de todas essas obrigações e ainda orientar sobre as melhores práticas em custos, tributação e no momento de investir e contratar pessoal.

E você fica livre para dedicar-se ao negócio.

04 – Planeje com cuidado os investimentos em equipamentos

Sabemos que no ramo da Fotografia os equipamentos não são apenas caros: eles são muitos.

Á medida que o seu trabalho se torna mais elaborado, mais desafiador e principalmente com uma empresa, onde a sua marca vai transmitir expectativas para os clientes, você terá necessidade de investir em novos itens, acessórios, equipar mais os ambientes da empresa para os trabalhos internos.

Dois pontos aqui são fundamentais para o sucesso:

  • Seja bastante criterioso no que vai precisar para começar a sua empresa – o que vai atender os trabalhos do nicho que você vai atender. A partir daí, você deve pesquisar muito os fornecedores e marcas. Dica extra: avalie a compra de importados, você ainda consegue ótimos preços fazendo uma boa pesquisa no exterior.
  • Seja ainda mais criterioso na hora de expandir nichos. As necessidades de equipamentos podem variar e você terá gastos extras que precisam ter um bom planejamento de receita para embasar.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.